O Grupo de especialistas em Tamanduás, Preguiças e Tatus da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN/SSC ASASG), anteriormente nomeado Grupo de Especialistas em Edentata, é uma rede de mastozoólogos e conservacionistas que trabalham para compreender e proteger as trinta espécies atualmente reconhecidas de tamanduás, preguiças e tatus.

O IUCN/SSC ASASG constitui um dos quase 130 grupos de especialistas que compõem a Comissão de Sobrevivência das Espécies (IUCN/SSC), uma aliança internacional de conservacionistas que produz a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas (IUCN Red List of Threatened Species) e atua numa série de outras iniciativas de conservação. Neste contexto, o ASASG trabalha em nome dos xenartros através do apoio a pesquisas de campo, medidas de conservação e programas educativos naquelas regiões onde os xenartros ainda ocorrem.

A principal atribuição do ASASG, como grupo constituinte da IUCN/SSC, é avaliar o estatuto de conservação de todas as espécies de xenartros com base no conhecimento atual gerado por especialistas na área, e a partir daí elaborar a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas.

O ASASG também fomenta estudos, pesquisas e conservação através do Fundo de Conservação para os Xenarthra. Este fundo é um programa de concessão de pequenos auxílios financeiros destinados a estudantes e pesquisadores em países que possuem os xenartros como parte de sua fauna.

O ASASG é dirigido pela Dra. Mariella Superina, especialista em tatus, Pesquisadora do Instituto de Medicina y Biología Experimental de Cuyo, no CCT CONICET situado em Mendoza, Argentina, e Pesquisadora Associada da Fundación Omacha, Colombia. A Dra. Superina é auxiliada pela Dra. Nadia Moraes-Barros, Vice Presidente do ASASG. A Dra. Moraes-Barros é especialista em preguiças e Pesquisadora no Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO–Inbio) da Universidade de Porto, Porto, Portugal e Orientadora Externa junto ao Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, Brasil. O Dr. Agustín M. Abba, especialista em tatus e Pesquisador no Centro de Estudios Parasitológicos y de Vectores, CONICET e Universidad Nacional de La Plata, em La Plata, Argentina, é o responsável pela Lista Vermelha do ASASG.

Para informações sobre todos os membros do ASASG, visite nossa seção Perfil dos Pesquisadores.

Powered by MG-i